Arquivo do autor:azhiel

Sei lá que título

2012 começou para valer. Estou trabalhando com uma pessoa e acho que iremos colher ótimos frutos! Outro foi ter sido chamado para trabalhar com minha ex-chefe.

Incrível, é a terceira vez que volto a trabalhar com ela. E sempre mais maduro.

Irá dar tudo certo na parte profissional. O ponto negativo é que ainda não recebi meus 7 mil reais que me devem. Isto está mais do que me irritando.

Hoje fui ao médico e tá tudo indo… não do jeito que deveria, mas está. Agora é aguardar mais um dia!

Anúncios
Categorias: Trilhas | Deixe um comentário

Dia 02, segundo dia, que saudade…

Hoje foi dia de compras. Levantei tarde e estou descansando bastante. Na parte da tarde fui as compras. O carrefour estava uma loucura com todos querendo TVs com desconto. Amanhã cedo irei ver a cabine de Sherlock Holmes 2.

Para este ano estou ansioso de assistir ao Hobbit. Nem estou com tantas expectativas com Homem Aranha, Batman, Vingadores ou seja lá quais vierem. Gosto do modo como o Peter Jackson narra uma história. Tirando King Kong que odiei… Senhor dos Anéis foi magnífico.

E durante as compras, algo não saiu da cabeça. Como é bom quando algo fica forte, querendo e desejando com forças.

Isso precisa acontecer logo. Minha cabeça que não doía há 3 dias, hoje bateu e tá doendo até agora. Caramba, prometi não me irritar e tentar. Mas tá complicado!

Fico Assim sem Você

Avião sem asa, fogueira sem brasa
Sou eu assim sem você
Futebol sem bola,
Piu-piu sem Frajola
Sou eu assim sem você

Por que é que tem que ser assim
Se o meu desejo não tem fim
Eu te quero a todo instante
Nem mil alto-falantes
Vão poder falar por mim

Amor sem beijinho
Buchecha sem Claudinho
Sou eu assim sem você
Circo sem palhaço
Namoro sem amasso
Sou eu assim sem você

Tô louca pra te ver chegar
Tô louca pra te ter nas mãos
Deitar no teu abraço
Retomar o pedaço
Que falta no meu coração

Eu não existo longe de você
E a solidão é o meu pior castigo
Eu conto as horas
Pra poder te ver
Mas o relógio tá de mal comigo

Por quê? Por quê?

Neném sem chupeta
Romeu sem Julieta
Sou eu assim sem você
Carro sem estrada
Queijo sem goiabada
Sou eu assim sem você

Por que é que tem que ser assim
Se o meu desejo não tem fim
Eu te quero a todo instante
Nem mil alto-falantes
vão poder falar por mim

Eu não existo longe de você
E a solidão é o meu pior castigo
Eu conto as horas pra poder te ver
Mas o relógio tá de mal comigo

Categorias: Trilhas | Deixe um comentário

Capítulo 1 – Janeiro de 2012

Começou um novo ano. Este será um dia mais longo, ou seja, 366 dias. Estamos em um ano bissexto.

Dizem que 2012 é o último da humanidade que tudo irá se encerrar no dia 21.12.2012. Mas por que não no dia 12.12.2012?

Independente do que irá acontecer, vivemos demais com como irá acabar e esquecemos de como é o caminho até o fim. O ano de 2011 terminou, mas os problemas continuam. Quem não os tem? Todos temos problemas para vivermos a cada nova manhã.

Meu novo livro, com 366 páginas está em branco. O que irei contar nele? Espero que muitas alegrias e conquistas. Coisas tristes? Sim, infelizmente sempre há espaço para a tristeza. Só espero que esta tristeza não seja sobre “finais” ou “perdas”. Mas seja sobre um dia de aborrecimento no trânsito, uma reunião chata, coisas cotidianas.

O que planejo para este ano? O mesmo que todo ser humano: ser feliz!

Categorias: Trilhas | Deixe um comentário

Atitude

Categorias: Trilhas | Deixe um comentário

E por onde andei?

Andei triste, quebrado, tentando recolher os cacos. Alguém a quem amo muito me confidenciou certas coisas, que me chatearam e muito. Tive ódio, vontade de quebrar as coisas, mas fazer o que?

O que importava era o que tinha e o que foi antes, foi. Não me importava.

Depois vieram dois meses de distanciamento. Sem recados, sem saber o que acontecia.

Sabe o que viver sem saber como está a pessoa que você tanto deseja? Nem queira.

Aí chega o retorno e a bomba. Mesmo assim, com tudo, demos a volta por cima.

E com isto as boas novas de saúde… e antes de ontem, as péssimas. Mesmo assim, em um rápido resumo, só quero ver meu sol nascer a cada dia.

Smile an everlasting smile,
A smile can bring you near to me
Don’t ever let me find you gone
‘Cause that would bring a tear to me

This world has lost it’s glory,
Let’s start a brand new story now, my love
Right now there’ll be no other time
And I can show you how, my love

Talk in everlasting words
And dedicate them all to me
And I will give you all my life
I’m here if you should call to me

You think that I don’t even mean
A single word I say
It’s only words, and words are all I have
To take your heart away

Categorias: Trilhas | Deixe um comentário

Ei-me aqui novamente, de novo, again

Depois de um longo e tenebroso inverno… acho que já escrevi isso várias vezes. Quem diria, hoje é 24 de novembro. Uma data especial, com palavras que não serão mais esquecidas…

– Gostou do que viu?

– Sim

– Par eu ganho, impar você perde…

Copo quebrando…

Já teve aquele dia que ficará marcado para sempre na sua mente? Eu tenho. Não apenas uma, mas várias, de várias circunstâncias.

E vamos as novidades… querido diário da internet chamado blog rs.

Voltei a dar aulas! Fantástico! Três turmas que prestam atenção, quem diria! E outra parte boa, recebi um e-mail do Senac, entrevista na segunda-feira. Aulas de Comissário de Bordo.

Não estou voando, mas pelo menos posso ensinar o “people” a bater suas asas.

E uma músiquinha para o dia…

Categorias: Trilhas | Deixe um comentário

Dando um tempo

Devido ao trabalho e outros afazeres pessoais, irei me ausentar por um tempo…

Enquanto isso, desfrutem de The Beatles.

Deixe Estar

Quando eu me encontro em tempos difíceis
Mãe Maria vem pra mim
Falando sábias palavras:
Deixe estar
E nas minhas horas de escuridão
Ela está em pé bem na minha frente
Falando sábias palavras:
Deixe estar
Deixe estar, deixe estar
Deixe estar, deixe estar
Sussurrando sábias palavras:
Deixe estar
E quando as pessoas de coração partido
Morando no mundo concordarem
Haverá uma resposta:
Deixe estar
Pois embora possam estar separados há
Ainda há uma chance deles verem
Haverá uma resposta:
Deixe estar
Deixe estar, deixe estar
Deixe estar, deixe estar
Haverá uma resposta:
Deixe estar
Deixe estar, deixe estar
Deixe estar, deixe estar
Sussurrando sábias palavras:
Deixe estar
Deixe estar, deixe estar
Deixe estar, deixe estar
Haverá uma resposta:
Deixe estar
Deixe estar, deixe estar
Deixe estar, deixe estar
Haverá uma resposta:
Deixe estar
E quando a noite está nublada
Ainda há uma luz que brilha em mim
E brilhará até amanhã
Deixe estar
Eu acordo com o som da música
Mãe Mary vem até mim
Não haverá mais tristeza
Deixe estar
Deixe estar, deixe estar
Deixe estar, deixe estar
Não haverá mais tristeza:
Deixe estar
Deixe estar, deixe estar
Deixe estar, deixe estar
Sussurrando sábias palavras:
Deixe estar
Categorias: Trilhas | Deixe um comentário

Chegou

Dois dias cansativos e tristes. Estou transtornado. Ontem fiquei sabendo que um primo morreu no Japão.

Era um dos desaparecidos. Toda família. Não sobrou ninguém. Levei o dia como se nada tivesse acontecido. Tentei. Levei porrada o dia todo. Descobri que minha sala de aula está “grampeada”. Tudo o que falo em sala é gravado.

Me filmaram na padaria para ver se eu bebo. Tudo porque estava no local errado e na hora errada e peguei alguém entrando no motel com uma menor de idade.

Passei direto, fiz que nem vi. A menina é bem crescida para saber o que quer. Não vou me meter. E lá vou tomar porrada.

Nesta madrugada morreu uma amiga da família. Foi operar a coluna e teve infecção generalizada. Chego na escola e mais porrada. Minha pasta sumiu (?). Interessante… achei na gaveta de alguém.

Não sou o melhor profissional e nem quero ser. Não quero o cargo de ninguém. Só quero ficar no meu canto, mais nada.

E ontem a noite fiz burrada. Sempre faço. Meu umbigo é muito grande. Pelo menos a reunião da noite foi boa. Bons resultados sendo colhidos. Mas com quem compartilhar?

To uma pilha de cansaço. Estes dias fiquei bem ruim. Início de pneumonia, não consigo jantar já tem um mês. Semana passada tudo o que comia, vomitava. Uma virose e alergia. Perdi quase 10 quilos.

Vou me dar um tempo. Celular, e-mail, orkut, blog… estarei fora. Desculpem gente. Mas não sou mais uma companhia agradável para ninguém. Estou bem cansado e tentando resolver várias coisas ao mesmo tempo.

Nestas horas queria apenas… nada. Vou querer o que? Que alguém venha e me ajude? Cada um tem sua vida.

O que realmente preciso, é de um olhar. Nada mais.

Categorias: Trilhas | Deixe um comentário

Os Impossíveis

Muitas vezes reclamamos que as coisas demoram a acontecer. E quando elas acontecem, vem rápido. E se bobear, deixamos o momento passar e até logo.

Ele não volta.

E está sendo assim esta semana. As oportunidades estão aparecendo e faço o possível para agarrá-las. Lógico que muita coisa não depende somente de mim.

Isso é bom. A ruim, é que fiquei de novo sem voz. Excesso de falar. Reuniões, alunos e telefonemas.

Aproveitar que não darei aula quinta e sexta e descanso a cabeça e um pouco a saúde.

Só que terei uma ótima reunião com um possível novo cliente. E além disso, Parque da Água Funda! Trabalhar em um evento que irá acontecer por lá.

Ainda não vi a cor do dinheiro. Isto tudo é o que estamos colhendo. Mas irá acontecer com certeza. Tudo está pronto. É só trabalhar certinho que acontece.

Às vezes acho que deveria ser igual ao Multi-Homem do desenho Os Impossíveis. Gostava da frase dele para os vilões, “você pegou todos, menos o original”. Desenho fantástico.

E ultimamente ando necessitando de pessoas assim ao meu lado, de pessoas impossíveis. Daquelas que não deixam a peteca cair. Que na hora do vamos ver, mesmo na impossibilidade, transforma e soluções.

Ou que pelo menos fique ao lado e não diga besteiras.

E vamos nós!

Em tempo

Voltei a ler a Irmandade. Terminei, finalmente, o livro do B e comecei o livro do V.

Bom livro. Pelo menos por enquanto. Mas ainda acho que os três primeiros foram os melhores, com chave de ouro para o Z.

Mesmo assim vou dar um voto de confiança para o quinto livro. Vamos ver no que irá dar. Por enquanto, estou adorando. Acho que vou arranjar uma mesa pra mim.

Alguém aceita tomar algo?

Categorias: Trilhas | 2 Comentários

Bons e ruins

Esta foi uma boa semana. Muito boa mesmo. Fiz uma viagem a trabalho e vi ótimas perspectivas.

Além disso vi e senti o que faz uma saudade. E como é bom conhecer a cada dia a mesma pessoa, pois ela nunca é a mesma.

Seu lado mais íntimo, seus modos… como sorri e leva a vida.

Isto é maravilhoso, encantador e tantos outros sinonimos que só iriam deixar este texto mais chato.

Voltei alegre e com mais saudades. Disse que lutaria e estou fazendo o possível.

E como qualquer mortal, tenho meus momentos que caio no cansaço. E estou assim hoje. Além de estar me sentindo péssimo por ter que ficar ao longe e simplesmente ter que aceitar, porque minha vontade era de abraçar. De fazer algo e não ficar aqui me sentindo um incapaz, um verdadeiro nada.

E assim vou. Dormir me sentindo um verdadeiro monstro.

Agora hora de voltar e dormir. Minha cabeça está doendo bastante desde ontem. Mistura de cansaço e irritação.

Mais irritação. Na escola o coordenador continua pedindo minha cabeça. O que faz uma pessoa ser assim?

Qual o desejo mesquinho que as pessoas tem de fazerem o mal para os outros? Vaidade?

Estou muito cansado destas coisas. Amanhã, no caso, hoje, já que já é domingo, tenho uma reunião de trabalho. Assim esqueço o mundo por algumas horas.

Mesmo assim estou cansado de tanta mesquinharia e infantilidade de pessoas que se julgam mais que as outras. Foi tão boa a viagem… e agora retorno para este tipo de jogo ridiculo.

Hora de ir dormir! Se a dor não passar, sem reunião. O negócio é seguir para um bom remédio.

E estou tão ruim, que nem consigo escrever palavras que façam sentido. Ultimamente ando fazendo isso por aqui.

Categorias: Trilhas | 1 Comentário

Blog no WordPress.com.